Meio e Mensagem

Diante da infiltração do digital em diversos âmbitos cotidianos, é latente o  surgimento de soluções tecnológicas também para a área de saúde: desde aplicativos para automonitoramento e bem-estar, até startups de nicho que se propõem a diversificar as opções de serviços médicos. De acordo com estudo da Juniper Research, o número de usuários de serviços de saúde nos dispositivos móveis deverá ultrapassar os 157 milhões em 2020, mais que triplicando os 50 milhões de 2015. Outra pesquisa da Accenture revela que o uso de aplicativos de saúde entre usuários brasileiros já chegou a 37%.

dokter

Hoje, os apps de saúde e bem estar já apresentam uma vasta gama de funcionalidades. Avisar o usuário a hora de tomar um medicamento ou beber água, auxiliar no controle de alimentação, rotina de exercícios e no acompanhamento da taxa glicêmica. Pensando em desafogar as salas de emergência dos hospitais e dar ao paciente maior comodidade, surgiu o aplicativo Dokter, que opera em São Paulo, Goiânia e Brasília, em que o paciente aciona um médico de sua escolha pelo celular e é atendido na própria residência, podendo pagar com cartão de crédito ou ainda usar o recibo como comprovante para reembolso no plano de saúde. O médico que estiver online aceita a consulta e entra em contato com o paciente.

“A digitalização da saúde é questão de tempo. Existe uma tendência real em deixar o fluxo personalizado e eliminar intermediários da relação médico-paciente”, avalia Marco Antônio Venturini, fundador do Dokter. Ele acredita no sistema de recomendações como forma de agregar valor ao serviço. “É um sistema que representa a pessoalização do serviço, o boca a boca ainda é a maior divulgação”, diz.

 

Disponível em: http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2016/08/04/inovacoes-digitais-impulsionam-universo-de-saude-hi-tech.html

Comments

comments

Categories:
jquery.select2.js