Por que ler para a criança de 0 a 6 anos é importante?

Os primeiros anos da vida de uma criança são fundamentais para seu desenvolvimento. Diversas pesquisas e estudos identificaram que a formação de conexões cerebrais é mais propícia nesse período, que se estende da gestação até por volta dos 5 anos de idade (ver gráfico abaixo)

Screen Shot 2016-04-18 at 16.40.39

E mais do que isso, há cada vez mais evidências de que a arquitetura do cérebro é construída a partir das experiências vivenciadas. Por isso, é muito importante oferecer cuidado, afeto e estímulos o mais cedo possível à criança, até mesmo durante a gestação (ver quadro Leitura desde a gravidez), para que ela possa desenvolver de forma plena habilidades como pensar, falar, aprender e conviver.

Um dos principais estímulos que pais e cuidadores podem oferecer à criança desde a gestação até os 6 anos é a leitura. Por isso a atividade de leitura parental se tornou recomendação médica no exterior e no Brasil (ver mais em Recomendação Médica). Segundo Evelio Cabrejo Parra, psicolinguista colombiano, vice-presidente da organização Ações Culturais contra as Exclusões e as Segregações (ACCES), em Paris, essa atividade é tão importante na primeira infância porque está ligada à faculdade da linguagem.

“O bebê, ao nascer, já vem com a capacidade de escutar. Quando se lê para ele em voz alta ou se canta uma canção de ninar, ele se põe em posição de escuta. Isso quer dizer que está tratando de construir significado à sua maneira. Por isso, é necessário alimentar essas potencialidades desde o princípio da vida”, ressalta.

Além de auxiliar o processo de aquisição da linguagem, ampliando a capacidade linguística do bebê, a leitura também amplia o vínculo afetivo entre pais e filhos, fortalecendo a estrutura psíquica e emocional da criança, o que vai ser importante para que ela se sinta segura para construir seu caminho de autonomia e de relacionamento social. Quando a leitura se dá em contexto de afeto, a cognição é favorecida, e a criança passa a identificar o ato de ler como atividade prazerosa, o que é essencial para que se torne hábito. E, nesse caso, um hábito que lhe trará benefícios não só no campo da aprendizagem, mas também na estruturação da sua personalidade

Benefícios da leitura na primeira infância

• Fortalece o vínculo com quem lê para ela, os pais e outros familiares.
• Desenvolve a atenção, a concentração, o vocabulário, a memória e o raciocínio.
• Estimula a curiosidade, a imaginação e a criatividade.
• Ajuda a criança a perceber e a lidar com os sentimentos e as emoções.
• Possibilita à criança conhecer mais sobre o mundo e as pessoas.
• Favorece a aquisição do hábito de ouvir e ler histórias.
• Auxilia no desenvolvimento da empatia (a capacidade de colocar-se no lugar do outro).
• Desenvolve a extroversão, a amabilidade e a conscienciosidade (autoeficácia).
• Ajuda a minimizar problemas comportamentais, como agressividade, hiperatividade e comportamento arredio.
• Auxilia na boa qualidade do sono.
• Desenvolve a linguagem oral.
Fontes: Evelio Cabrejo Parra, Ricardo Halpern
e Patrícia Pereira Leite.

Fonte: Trecho retirado do livro
Receite um livro – Fortalecendo o desenvolvimento e o vínculo
A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos
Sociedade Brasileira de Pediatria, Fundação Itaú Social, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. São Paulo – 2015
http://www.sbp.com.br/src/uploads/2015/10/AF357-15FIS_CampanhaPrescrevaum_LIVRO_19x23_V12.pdf

Comments

comments

Categories: Informativo,Notícias

jquery.select2.js